Mulher
04/10/2016 - 02h49

Sindaport adere à campanha Outubro Rosa


 
Na qualidade de representante de dezenas de colaboradoras da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp) bem como da própria entidade sindical, o Sindicato dos Empregados na Administração Portuária (Sindaport) mais uma vez "abraça" a importante causa em favor da saúde feminina e apoia a campanha Outubro Rosa de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama.
 
Nascido nos Estados Unidos, na década de 1990, o movimento tem como objetivo estimular a participação da população em geral, com destaque para as mulheres, de forma a ampliar a compreensão sobre os mais diversos desafios para o controle da doença. O sucesso da campanha fez com que ela se expandisse rapidamente por vários países do mundo, dentre eles o Brasil.
 
“Por mais simples que seja, toda e qualquer informação sobre a doença e as orientações médicas de como preveni-la, com autoexame, exames periódicos e demais cuidados são de suma importância para que as trabalhadoras mantenham sua saúde em dia", afirmou o presidente do Sindaport, Everandy Cirino dos Santos.
 
Apesar da campanha ser realizada tradicionalmente no mês de outubro, o dirigente avalia que o acompanhamento médico e laboratorial deve ser feito ao longo do ano. "O controle não pode se restringir a um pequeno período, como também não pode depender tão somente da realização da mamografia e exames adicionais". Na avaliação do sindicalista, o acesso aos diagnósticos e o tratamento com qualidade no prazo correto também se configuram em ações importantes no combate a moléstia.
 
Para a secretária do Sindaport, Regina Marta Brito da Silva, o trabalho de conscientização sobre as precauções necessárias é o maior aliado no combate à doença. "Além da mamografia, o autoexame deve ser realizado regularmente, já que quanto mais cedo o problema for detectado maiores serão as chances de cura".
 
Segundo ela, para a imediata identificação e redução dos riscos a mulher deve estar atenta a qualquer alteração suspeita na região das mamas. "Não devemos esquecer que o corpo fala, e por mais simples que seja o menor sintoma pode se revelar o maior aliado", concluiu.


FalaSantos
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por