Mundo
24/11/2016 - 04h19

A inesperada fortuna em ouro que um homem encontrou escondida em casa




Imagine herdar uma casa sem saber que ela esconde um tesouro de 100 kg de ouro, avaliado em US$ 3,7 milhões (R$ 12,4 milhões). Foi o que aconteceu com um homem - cuja identidade não foi revelada - na Normandia, no noroeste da França.
 
"Havia cinco mil moedas de ouro, duas barras de 12 kg e 37 lingotes de um quilo", disse o leiloeiro Nicolás Fierfort à agência de notícias francesa AFP.
 
Fierfort contou que foi à casa, localizada na cidade de Evreux, para avaliar móveis que o novo proprietário queria leiloar.
 
Até então, ninguém tinha descoberto o tesouro, que estava "extremamente bem escondido por toda parte".
 
ESCONDERIJOS SURPREENDENTES
 
As moedas e barras de ouro foram aparecendo quando o dono da casa começou a mudar os móveis de lugar.
 
Primeiro, ele achou uma caixa de estanho cheia de moedas aparafusada no interior de um móvel. Em seguida, encontrou mais moedas, cuidadosamente escondidas numa caixa onde deveria haver uma garrafa de uísque.
 
Finalmente, o herdeiro desenterrou do jardim uma pilha de barras e lingotes de ouro.
 
"Foi então que ele chamou o advogado para fazer um inventário dessa fortuna", disse o leiloeiro.
 
Documentos da família mostraram que o ouro havia sido adquirido legalmente nos anos 1950 e 1960, em vários lotes, por um valor equivalente a 3,5 milhões de euros (R$ 12,5 milhões).
 
MORDIDA DO 'LEÃO' FRANCÊS
 
No entanto, o herdeiro só deverá receber metade da fortuna, segundo o jornal local "La Dépêche", primeiro a noticiar o caso.
 
Pela lei francesa, o imposto sobre heranças é de 45% e ele também pode ter que pagar um imposto sobre fortunas se o falecido parente não o fez nos últimos três anos de vida.
 
Não é a primeira vez que um tesouro em ouro é descoberto nessa região da Normandia.
 
Em 2011, três operários encontraram moedas e barras avaliadas em um milhão de euros (R$ 3,6 milhões) enterradas no quintal de uma casa que estavam reformando.
 
Eles acharam 16 barras de 1,5 kg e 600 moedas, de 1924 e 1927, provavelmente escondidas durante a Segunda Guerra Mundial.
 
Os três trabalhadores, no entanto, resolveram roubar o tesouro e o venderam para um colecionador de moedas da região.
 
Eles compraram carros, motos, seguros de vida e reformaram as próprias casas. Acabaram condenados a dois anos de prisão.
 
 
BBC Brasil 
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por