Esportes
11/04/2017 - 06h20

Jabaquara e Real Cubatense empatam na estreia da Segundona; Guará Vermelho entrou com 10 em campo


Jabaquara e Atlético Real Cubatense estrearam na manhã deste domingo (9), no Estádio Espanha, no Campeonato Paulista da Segunda Divisão. Mesmo com o adversário entrando em campo com um a menos , o Leão da Caneleira não passou do empate, por 1 a 1. O Guará Vermelho optou por retirar três jogadores acima da idade limite permitida, para evitar eventuais punições. Uma liminar obtida pelo Sindicato de Atletas Profissionais do Estado de São Paulo autoriza a utilização de jogadores acima dos 23 anos, mas a Federação Paulista de Futebol tenta derrubar a liminar. Como só havia inscrito 13 atletas, o Real Cubatense precisou atuar com apenas 10.
 
As duas equipes estão empatadas na terceira colocação no grupo 4, com um ponto ganho para cada um. Na próxima rodada, o Jabuca visita o São José, no sábado (15), às 19h30, no Estádio Martins pereira. Já o time de Cubatão irá folgar na rodada.
 
O jogo
 
Apesar da desvantagem de estar com um jogador a menos e com um goleiro reserva improvisado na linha, o Real Cubatense surpreendeu o Jabaquara no primeiro tempo.
 
Mesmo com a inferioridade numérica, os visitantes não ficaram apenas se defendendo. Tanto é que as duas equipes criaram várias oportunidades de gol.
 
Aos 23 minutos, o Cubatense quase abriu o placar. Kaká arriscou bom chute de fora da área, mas o goleiro João Victor fez a defesa.
 
A resposta do Leão da Caneleira veio aos 29, quando Murilo quase abriu o placar, de cabeça, para os donos da casa. A cabeçada do meia passou perto da trave.
 
Bem postado em campo e aproveitando bem os contra-ataques, o Guará Vermelho chegou ao gol. Em um deles, aos 31, Jeferson recebeu dentro da área, limpou a marcação bateu no canto esquerdo de João Victor: 1 a 0 para o Real Cubatense, que foi para o intervalo em vantagem.
 
Na etapa final, o Jabaquara voltou mais aceso para campo. Em desvantagem, o Leão da Caneleira pressionou bastante atrás do empate.
 
A pressão deu resultado, pois aos 14, Carlos Eduardo aproveitou cruzamento da esquerda e testou para o fundo das redes, sem chances de defesa para o goleiro do Guará Vermelho: 1 a 1.
 
Apesar do gol sofrido e da pressão dos donos da casa, os visitantes não se desestabilizaram em campo e continuaram bem armados defensivamente. Nem mesmo a expulsão de Caio, que já tinha cartão amarelo e tocou com a mão na bola, recebendo o vermelho, desesperou o Real Cubatense.
 
O Jabuca ainda poderia ter saído com a vitória, mas o segundo gol de Carlos Eduardo, aos 44, foi anulado pela arbitragem por impedimento.
 
Com muita raça, os comandados do técnico Delei Toledo seguraram o empate, mesmo com dois a menos no gramado, até o apito final do árbitro.
 
 
Santaportal / Camilla Aloi 
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por