Previdência
16/05/2017 - 09h43

97% da população é contra reforma da Previdência


Até 17h10 da última sexta-feira, 11.121 pessoas tinham participado da pesquisa
 
Enquete pública realizada pelo PMDB, partido do presidente Michel Temer, aponta que 97% das pessoas são contra o texto da reforma da Previdência aprovado pela comissão especial que analisou a proposta na Câmara. A enquete está sendo realizada no site oficial da legenda e qualquer pessoa pode responder. 
 
Até 17h10 da última sexta-feira (12), 11.121 pessoas tinham participado da pesquisa. Dessas, 10.736 (97%) se disseram contra a reforma. Apenas 183 pessoas, o equivalente a 2%, responderam que são favoráveis à proposta. Outras 167 (1%) disseram não ter conhecimento sobre a matéria.
 
"Uma enquete dessas é um excelente palco para atuação dos nossos adversários contra a reforma", criticou o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), que foi presidente da comissão especial que analisou a reforma. O colegiado concluiu os trabalhos na última terça-feira, 9, possibilitando que a reforma possa ser votada no plenário da Câmara.
 
A pesquisa ocorre em meio à movimentação de caciques do PMDB para fechar questão a favor da reforma da Previdência. Um fechamento de questão obrigaria os 64 deputados e 22 senadores do partido a votarem a favor da proposta, sob pena de serem punidos até mesmo com a expulsão.
 
O líder do PMDB a Câmara, Baleia Rossi (SP), diz já ter pelo menos 50 assinaturas de deputados para pedir o fechamento de questão na próxima semana. As assinaturas serão entregues durante reunião da executiva nacional da sigla, prevista para a próxima semana. 
 
Presidente da legenda, o senador Romero Jucá (RR) afirmou em entrevista na manhã da última sexta-feira, no Palácio do Planalto, que a "tendência" hoje é de que o fechamento de questão seja aprovado. A expectativa é de que o fechamento faça com que outros partidos da base, como PSDB e DEM, também fechem.


Estadão Conteúdo
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por