Cidades
18/05/2017 - 07h33

WhatsApp ajuda a resolver demandas da população no Centro Histórico




Agilidade no atendimento de demandas e trabalho conjunto entre Prefeitura e população. É o que vem promovendo o WhatsApp do grupo técnico de trabalho de políticas públicas de gestão da Região Central de Santos, criado pela Ouvidoria, Transparência e Controle.
 
Com participação de cerca de 80 pessoas, entre representantes do poder público, do comercio varejista e de entidades do terceiro setor que atuam no Centro, a ferramenta tem colaborado com a execução de serviços na área, entre as quais melhorias na iluminação pública, reparos em vias e calçadas, limpeza urbana e questões envolvendo população em situação de rua.
 
De acordo com a Subprefeitura da Região Central Histórica, desde janeiro, quando o grupo foi criado, da média de 250 a 300 serviços realizados ao mês na região, 15% correspondem a solicitações feitas pelo aplicativp. “Com esse canal de comunicação conseguimos dar uma pronta resposta aos pedidos e agilizar o trabalho. O comerciante faz a reivindicação no grupo, muitas vezes com foto, e imediatamente acionamos as equipes ou as empresas contratadas. O resultado é eficiência no trabalho”, afirma o subprefeito da área, Cláudio Marques Trovão.
 
O ouvidor Rivaldo Santos acrescenta que a ferramenta agiliza a comunicação interna entre os órgãos que atuam no Centro e estreita o canal de comunicação com comerciantes e entidades. “É a tecnologia que supera a burocracia em uma tomada rápida de decisões”.
 
Comerciantes destacam dinamismo
 
Entre os participantes do grupo, o diretor de projetos da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL-Santos), Paulo Latrova. “Eu estava com uma solicitação antiga de revitalização do canteiro da ciclovia da Rua João Pessoa. Por meio desse grupo foi elaborado um projeto, que está em andamento. Via esta ferramenta, conseguimos comunicar sobre descarte irregular de lixo, buraco em vias, entre outros problemas e somos rapidamente atendidos”.
 
O presidente da CDL, Camilo Rey Andújar, ratifica: “É uma ferramenta útil e dinâmica, uma forma interativa de comunicação com a Prefeitura. As solicitações são prontamente atendidas”.
 
Gerente do Sindicato do Comércio Varejista da Baixada Santista, Marco Antonio Guimarães também ressalta a rapidez. “A iniciativa tem resultado positivo e vem propiciando mais segurança aos comerciantes. Que se estenda a outros centros comerciais da Cidade”.
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por