Meio Ambiente
01/09/2017 - 03h36

Produtos que caíram de contêineres são vistos em refúgio ambiental


Log-In e o ICMBio agendaram para essa quinta-feira (31) a realização da inspeção e limpeza do local. Acidente com contêineres aconteceu no dia 11 de agosto.
 
Produtos dos contêineres que caíram do navio Log In Pantanal apareceram no Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes, em São Sebastião, no litoral de São Paulo. A queda dos contêineres no mar ocorreu na madrugada do dia 11 de agosto, próximo ao Porto de Santos, e é investigada pela Capitania dos Portos de São Paulo (CPSP). Desde o dia do acidente, a empresa recolhe as caixas metálicas e as mercadorias que estavam dentro dos contêineres começaram a aparecer nas praias da região.
 
A Log-In solicitou autorização ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) para realizar a retirada de resíduos do Refúgio de Vida Silvestre do Arquipélago de Alcatrazes, em São Sebastião. No local, foram encontrados produtos como embalagens de plástico e produtos natalinos. Porém, a empresa diz que, entre os contêineres que caíram no mar, não há nenhuma carga declarada como perigosa de acordo com os critérios da IMO (Organização Marítima Internacional), isto é, que possa ameaçar o meio ambiente ou a saúde pública.
 
Alcatrazes fica localizado a cerca de 45 km da costa e abriga várias espécies raras e ameaçadas de extinção. A ilha principal do arquipélago é visível no horizonte de várias praias do litoral, nas orlas de Bertioga, São Sebastião e Ilhabela.
 
Segundo a Log-In, a limpeza na região do Arquipélago de Alcatrazes seria realizada nesta quarta-feira (30). Porém, devido ao mau tempo, não foi possível realizar o trabalho. A Log-In e o ICMBio agendaram para essa quinta-feira (31) a realização da inspeção e limpeza.
 
Além disso, a Log-In informou que os trabalhos de limpeza das praias da região de Santos, bem como o mapeamento do fundo do mar, seguem em curso. A retirada de material vem sendo feita desde o dia 12 de agosto em diversas localidades e os resíduos recolhidos serão destinados por empresas credenciadas junto aos órgãos competentes.
 
Já foi concluída a limpeza das praias do Goes, Paranapuã, Ilha Comprida, Iguape, Praia do Forte, Saco do Major e São Sebastião. Em Itaquitanduva, foram retomados os trabalhos para remoção de resíduos do local na última terça-feira (29) e continuam em andamento.
 
Cerca de 55 km quadrados submarinos foram escaneados para localização dos contêineres submersos. A Log-In e empresas contratadas continuam com os trabalhos de mergulho dando continuidade ao processo de remoção de contêineres. Até agora, já foram retirados 34 metros cúbicos de material. Ainda segundo a empresa, será mantido o monitoramento ambiental contínuo da região, mesmo nas praias onde a limpeza já foi concluída.
 
O navio Log-In Pantanal saiu do Porto de Santos nesta semana e retornou às suas operações. A empresa Log-In não informou qual será a rota e o próximo destino da embarcação, tampouco se irá carregar ou descarregar mercadorias.
 
 
G1 Santos
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por