Sindical
29/09/2017 - 15h59

Sindicato celebra parceria inédita com Prefeitura e adere ao projeto Flores em Santos


 
Uma das mais importantes vias na região central da cidade de Santos, a Rua João Pessoa recebeu 44 mudas de árvores da espécie resedá como parte do projeto paisagístico Flores de Santos, iniciativa que visa agregar mais cor, beleza e harmonia a essa tradicional área do Município. 
 
Doadas à Prefeitura local pelo Sindicato dos Conferentes de Carga, Descarga e Capatazia do Porto de Santos (SCCDCPS), as mudas foram plantadas no último dia 21, data comemorativa ao Dia da Árvore, no canteiro da ciclovia em trecho entre as ruas Braz Cubas e João Otávio. 
 
O termo de doação foi assinado no Paço Municipal, pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa e pelo presidente do Sindicato, Marco Antonio Sanches. “Este ato significa a responsabilidade social dos trabalhadores do porto, que têm grande participação na vida da Cidade. É fundamental essa consciência sobre a sustentabilidade, o meio ambiente e o futuro, para ajudar a deixar o Centro de Santos mais belo e bem cuidado”, afirmou o prefeito. 
 
O projeto que busca a revitalização daquela região chamou a atenção do líder dos conferentes. “As questões ambientais são de extrema relevância para o bem comum e por isso optamos pela parceria com o poder público e colaborar para que o Centro se mantenha charmoso e em destaque no cenário local, como sempre foi”. O valor da inédita doação girou em torno de R$ 3 mil.
 
O plantio das 44 mudas foi realizado pela Coordenadoria de Paisagismo, ligada à Secretaria de Serviços Públicos, e a expectativa é de que até meados de abril as árvores estejam repletas de flores. A espécie resedá é adaptável ao clima da Cidade, pelo porte (não interfere na fiação por não passar de seis metros) e pelo tempo que permanece em floração, que geralmente ocorre de outubro a abril.
 
O Flores de Santos é uma iniciativa do Grupo Técnico de Trabalho do Centro e teve o apoio imediato da antiga entidade sindical, cuja sede é na Rua João Pessoa. "A via é importantíssima para a Cidade, sobretudo por ligar o Porto de Santos a outras regiões, e por isso a proposta trará benefícios não só para a população daquela área, mas principalmente para o comércio, considerando que o ambiente ficará mais atraente, agradável e dotado de ar fresco e arborizado”, disse Sanches.
 
Para o paisagista Oswaldo Casasco, consultor do projeto, a escolha da Resedá foi positiva. “Há uma necessidade de aumentarmos a diversidade de espécies nas cidades para evitar, por exemplo, que uma praga ataque grande parte das árvores. A Resedá vai contribuir para essa pluralidade aqui em Santos.”
 
O projeto foi viabilizado com recursos de emenda parlamentar do vereador Ademir Pestana, que garantiu o custeio para abertura de licitação, compra das mudas e mão de obra. Após a Rua João Pessoa, a iniciativa poderá ser estendida para outros locais da Cidade, mediante parcerias.


AssCom SCCDCPS
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por