Portos
27/10/2017 - 10h07

Porto de Santos supera marca mensal de 12 milhões t pela terceira vez neste ano


Movimentação acumulada aponta para novo recorde anual


 
O Porto de Santos ultrapassou, pela terceira vez neste ano, a marca mensal de 12 milhões de toneladas, atingindo em setembro 12.243.774 t, registrando o segundo melhor movimento mensal de sua história, atrás, apenas, de agosto de 2017 (12.342.511 t). O aumento de 23,6% verificado sobre setembro do ano passado (9.906.676 t) elevou o movimento acumulado no ano para 97.683.917 t, um crescimento de 10,3% sobre o mesmo período de 2016 (88.528.388 t). Com isso, a expectativa é ultrapassar, com folga, o recorde anual registrado em 2015 (119.931.880 t).
 
As exportações, no mês, somaram 8.977.803 t, um crescimento de 30,8% sobre os embarques realizados no mesmo período do ano anterior (6.865.682 t). No acumulado do ano esse fluxo de carga atingiu 71.094.523 t, um aumento de 9,3% sobre o mesmo período de 2016 (65.042.296 t).
 
As importações totalizaram 3.265.971 t, um aumento de 7,4% sobre setembro/2016 (3.040.994 t). Já as descargas acumuladas no ano ficaram em 26.589.394 t, elevando em 13,2% o movimento verificado de janeiro a setembro do ano passado (23.486.092 t).
 
Destaques mensais
 
O milho destacou-se como a carga de maior movimento no mês, com 2.733.380 t embarcadas, ficando 93,6% acima do verificado em setembro/2016 (1.411.555 t). As exportações do complexo soja também sobressaíram-se, atingindo 524.963 t, um acréscimo de 147,4% sobre o mesmo período anterior (212.181 t), devido, principalmente, ao bom desempenho do farelo de soja a granel que apresentou crescimento de 96,4%.
 
Apresentaram crescimento, também, os embarques de açúcar (6,6%), álcool (51,6%), carnes (41,5%) e sucos cítricos (13,2%), bem como as descargas de sulfato dissódico (57,6%), nafta (396,3%), metanol (38,3%), sal (16,4%) e soda cáustica (2,4%).
 
A carga conteinerizada cresceu 13,2%, saltando de 318.292 teu (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés), em setembro/2016, para 360.281 teu no mesmo período deste ano. Trata-se do melhor desempenho mensal dessa modalidade de carga na história do Porto de Santos, ao superar a marca de 360.132 teu registrada em julho de 2015.
 
Destaques no acumulado do ano
 
No acumulado do ano, o complexo soja se destacou pelo volume embarcado, somando 20.231.765 t e ficando 12,5% acima do verificado no mesmo período do ano passado (17.979.183 t). O desempenho da soja em grãos foi determinante para esse resultado. A commodity atingiu 16.337.157 t e elevou em 13,7% o total exportado nesse período do ano passado (14.367.800 t), contribuindo com cerca de 81% na composição do complexo soja.
 
A segunda carga mais movimentada foi o açúcar, com 15.680.257 t, que suplantou em 4,4% o volume exportado no mesmo período de 2016 (15.015.725 t), seguida do milho (8.439.031 t), que registrou crescimento de 33,1% sobre o mesmo período do ano passado (6.338.092 t).
 
Registraram, ainda, desempenhos positivos as exportações de carnes (16,8%), gasolina (2,4%), óleo combustível (5,5%) e óleo diesel e gasóleo (11,1%). No fluxo de importação, apresentaram crescimento o adubo (24,2%), o álcool (171,1%), o enxofre (9,8%), a nafta (199,6%), o óleo diesel e gasóleo (36,4%), o sal (6,0%), o sulfato dissódico (6,3%) e o trigo (2,5%).
 
A movimentação de contêineres atingiu 2.824.650 teu, superando em 6,4% o movimento do mesmo período anterior (2.653.868 teu).
 
A movimentação de navios no ano acumula 3.635 embarcações, quantidade 1,1% acima do ano anterior (3.596).
 
Balança Comercial
 
A participação do Porto de Santos na corrente de comércio brasileira atingiu de janeiro a setembro deste ano 28,1% (US$ 77,6 bilhões) do total Brasil (US$ 275,9 bilhões). A parcela nas importações foi de 29,5% (US$ 32,8 bilhões), enquanto que nas exportações chegou a 27,2% (US$ 44,8 bilhões). As importações brasileiras no período totalizaram US$ 111,3 bilhões e as exportações US$ 164,6 bilhões.
 
Os cinco países para os quais o Brasil mais exportou, por meio do Porto de Santos, foram a China (16,8%), Estados Unidos (11,1%), Argentina (7,5%), Holanda (3,2%) e México (2,8%). Já as importações tiveram como procedência, principalmente, a China (18,7%), Estados Unidos (14,2%), Alemanha (8,1%), Coréia do Sul (3,9%) e Japão (3,8%).
 
As três cargas mais exportadas pelo Porto de Santos, quanto ao valor, foram a soja (13,9%), açúcar (11,8%) e café (10,9%). As mais importadas foram gasóleo (2,8%), caixas de marchas (1,71%) e inseticidas (1,19%).




AssCom Codesp

 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por