Sindical
15/12/2017 - 07h01

Movimentadores da Localfrio rejeitam proposta e aprovam indicativo de greve


 
Reunidos em quatro assembleias realizadas ao longo da última segunda-feira (11), os colaboradores da Localfrio representados pelo Sindicato dos Trabalhadores na Movimentação de Mercadorias em Geral de Santos, São Vicente, Cubatão, Guarujá e outras dezessete cidades da Região (Sintrammar) recusaram a proposta apresentada pela empresa para a Campanha Salarial 2018.
 
Convocada para discutir e deliberar sobre a contraproposta patronal, uma vez que a pauta reivindicatória para o próximo exercício já havia sido aprovada em assembleia anterior, a categoria foi surpreendida com a oferta da Localfrio, que além de retirar e reduzir conquistas e benefícios também propõe a redução de salários.
 
Além de rechaçarem a propositura da empresa, os trabalhadores aprovaram um indicativo de greve, com data de início a ser definida nos próximos dias, cujo calendário prevê inicialmente a paralisação das atividades, que serão suspensas por duas horas no período da manhã e por outras duas na parte da tarde.
 
"Ao contrário do que manda a boa ordem em qualquer relação capital e trabalho, a direção da Localfrio ignorou a pauta de reivindicações que foi referendada em assembleia pela categoria e subsequentemente encaminhada pelo Sindicato, ou seja, não apresentou uma contraproposta como deveria e quer de qualquer maneira subtrair direitos, conquistas e salários da classe trabalhadora, com o que não concordamos", disse o presidente do Sintrammar, Francisco Erivan Pereira.
 
De acordo com o dirigente, a empresa propõe, já a partir de janeiro de 2018, uma redução salarial de 6,5% para trabalhadores que ganham acima de R$ 1,9 mil e de 3% aos que ganham menos do que isso ao mês. "Os representantes da Localfrio precisam mais do que nunca rever esse posicionamento radical, até porque não consideramos isso uma negociação salutar já que não houve uma resposta ao documento que enviamos", disse o sindicalista.
 
Para Erivan, ao rejeitarem de forma unânime o intento da Localfrio, os trabalhadores mostraram que estão unidos e mobilizados. "Nas quatro assembleias que realizamos ficou patente o descontentamento dos companheiros com a direção patronal, bem como a disposição para lutar e fazer valer os direitos e conquistas obtidas até aqui, inclusive cruzando os braços e paralisando as atividades da empresa, se necessário for."
 
Nesse sentido, o mandatário do Sintrammar espera que os executivos da Localfrio restabeleçam um canal de negociação com os trabalhadores através do Sindicato. "Queremos reforçar as discussões porque acreditamos que o diálogo é o melhor caminho, mas entendemos que as tratativas devem transcorrer com base nas cláusulas que foram aprovadas pelos empregados, e não apenas em reduções como quer a empresa."


AssCom Sintrammar 
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por