Cidades
27/12/2017 - 03h10

São Vicente zera mortes no trânsito no mês de novembro


Desde janeiro deste ano, Cidade registrou 27 casos; 64,2% a menos que 2016
 
São Vicente zerou o número de mortes em acidentes de trânsito no mês de novembro. De acordo com dados do Movimento Paulista de Segurança no Trânsito/Detran SP, no mesmo mês em 2016 foram quatro casos registrados.  No período de janeiro a novembro de 2017 foram 27 no total. Houve redução de 64,2% em relação ao mesmo período no ano passado, com 42 mortes.
 
“É um dado muito importante, talvez até inédito. É uma queda significativa, são vidas sendo salvas”, diz o secretário de Trânsito e Transportes (Setrans), Alexandre de Almeida. E reforça que, nessa época do ano, o cuidado deve ser redobrado. “O trânsito é um sistema. O motorista, pedestre e ciclista têm que estar envolvidos. Todos tendo a consciência de que a vida é algo imperdível”.
 
Para dar continuidade à redução deste índice, principalmente na temporada de verão, ele destaca o convênio com a Polícia Militar (PM) na Operação Verão. Ao todo, 169 policiais da Capital e Interior auxiliarão na segurança e fiscalização do trânsito. O principal trecho da iniciativa será a orla da praia, um dos pontos mais movimentados da Cidade. Além dos agentes, serão utilizados dois ônibus, dois quadriciclos, quatro bases móveis, dez motos e 20 carros durante o verão.
 
O diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran – SP), Maxwell Vieira, comemora o resultado da parceria entre o Movimento Paulista e o Município.  “Estamos muito felizes com essa notícia. O objetivo deste programa é, cada vez mais, diminuir essas estatísticas”.
 
E destaca a relevância das campanhas de conscientização. “As campanhas são muito importantes para mostrar o risco que ela pode causar no trânsito por uma atitude. Noventa e quatro por cento dos acidentes fatais são decorrentes de falhas humanas. Ou seja, todos poderiam ser evitados com uma mudança de comportamento”.
 
Segundo Maxwell, algumas medidas simples podem assegurar tanto os pedestres quanto os motoristas, como não misturar bebida e direção, usar o cinto se segurança no banco de trás, respeitar os limites de velocidade, não utilizar celular enquanto estiver dirigindo, entre outras.
 
Ações – Em julho deste ano, foi anunciado o recebimento de mais de R$ 1,5 milhão do Governo do Estado pelo Detran-SP para investir em sinalização, pavimentação, criação de ciclovias, rotatórias e ações de prevenção de acidentes. O convênio de liberação do recurso foi assinado pelo prefeito Pedro Gouvêa no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo.
 
Além disso, foi sancionado o projeto Faixa Viva no Município em setembro deste ano. A Lei 3.600-A visa conscientizar os motoristas e motociclistas sobre a preferência dos pedestres numa faixa de travessia sem sinalização semafórica. Basta o pedestre estender o braço com a mão espalmada, ainda na calçada, para os veículos darem passagem.
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por