Portos
25/01/2018 - 02h46

Plano Safra 2018 reúne autoridades no Porto de Santos


Durante o evento, presidente da Codesp anuncia novo recorde de movimentação de cargas no Porto de Santos
 
O presidente da Companhia Docas do Estado de São Paulo (Codesp), José Alex Oliva, anunciou nesta terça-feira (23/01) que o Porto de Santos bateu o recorde anual de movimentação de cargas com a marca de quase 130 milhões de toneladas. O informe foi dado durante o evento Fórum Safra 2018, encontro que discute o escoamento da produção agrícola brasileira destinada à exportação de commodities agrícolas. O evento aconteceu no período da manhã no Terminal de Passageiros do complexo santista.
 
O Fórum Safra debateu o escoamento da safra brasileira pelo Porto de Santos, com a participação do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MTPA), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), além de operadores portuários e logísticos.
 
"Foram onze meses seguidos de recorde", destacou o presidente José Alex Oliva. "Isso é fruto do trabalho dos terminais e da direção da Codesp. Nós sincronizamos a chegada dos trens, caminhões e navios, sem atropelos e gargalos, e este ajuste logístico propiciou este recorde", afirmou.
 
Também esteve presente ao evento o vice-governador do Estado de São Paulo, Márcio França. Ele foi recebido pelo presidente José Alex Oliva e pelos diretores da Codesp Cleveland Sampaio Lofrano (Relações com o Mercado e Comunidade) e Carlos Poço (Operações Logísticas). Eles conversaram sobre os planos conjuntos da Codesp e estado para a implantação do acesso alternativo ao Porto de Santos na entrada da cidade, projeto que está em desenvolvimento, o qual o vice-governador disse que vai se empenhar para acelerar o andamento da proposta. "É chegada a hora de darmos soluções. O Porto vem batendo recordes atrás de recordes, e eu quero me colocar à disposição da diretoria da Codesp e dos operadores portuários para agilizar as obras", frisou França.
 
Safra 2018
 
Para Sávio Rafael Pereira, secretário adjunto do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, o escoamento da safra vem crescendo nos portos do norte do país, de acordo com ele, devido à proximidade com os estados produtores.  "Mas o Porto de Santos demonstrou muita eficiência nos últimos dois anos para manter a liderança no escoamento da safra", atestou. "O Brasil está exportando soja tanto quanto os americanos e movimenta mais de 10 milhões de toneladas por mês, desempenho superior a muitos grandes portos internacionais", exemplificou o secretário.
 
Para o diretor executivo do Sindicato dos Operadores Portuários (Sopesp), José dos Santos Martins, os terminais estão plenamente capacitados para atender a chegada da safra sem transtornos, como nos últimos três anos. "Não haverá problemas para a cidade de Santos, pois toda a chegada de caminhões está agendada eletronicamente", garantiu.
 
Agronegócio em alta
 
O Porto de Santos fechou o ano atingindo o total de 129.865.022 toneladas, 14,1% a maior que o verificado no ano anterior e 8,3% acima da então melhor marca anual, ocorrida em 2015 (119.931.880 toneladas). O movimento superou em 6,4% a estimativa inicial de janeiro passado, que apontava para um total de 122.014.481 toneladas.
 
As exportações, responsáveis por 72,04% do movimento físico geral, somaram 93,5 milhões t, apresentando crescimento de 14,9%, impulsionada, principalmente, pelas altas de 79,8% do milho, de 13,6% do chamado complexo soja (grão e farelo) e de 1,9% do açúcar.  Somente estas commodities representaram 60,6% do total exportado e 43,6% do movimento geral de cargas operadas pelo Porto de Santos em 2017.


AssCom Codesp
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por