Política
17/02/2018 - 16h29

Quanto mais a elite bate, mais Lula cresce


 
Por que toda vez que é condenado, Lula sobe nas pesquisas? Simples: a sociedade demorou, mas percebeu a armação organizada pela justiça e pela mídia, principalmente a Globo.
 
A elite econômica brasileira, aquela que detém os meios de produção e comunicação, e que se aliou ao capital estrangeiro para derrubar o PT, com o impeachment de Dilma Rousseff, está desesperada.
 
Essa gente, algo entre 70 mil e 300 mil pessoas, integrantes de famílias realmente ricas, não suportam a ideia do retorno de Lula ao poder, como quer quase metade do eleitorado.
 
Quase metade, sim, conforme as recentes pesquisas, que indicam 37% de intenções de votos em Lula. Como o Brasil tem 108 milhões de eleitores, esse percentual corresponde a 38 milhões de pessoas.
 
Vejam bem, cerca de 300 mil pessoas, no máximo, querem impedir a vontade de, por enquanto, 38 milhões. Para isso, usam todos os meios disponíveis, entre eles a mídia e a justiça.
 
A elite e o capital estrangeiro não querem que Lula interrompa o projeto deles de acabar com os direitos dos trabalhadores e de retirar o futuro dos filhos dos trabalhadores.
 
Não contentes em revogar a consolidação das leis do trabalho (clt), querem impedir que as classes de baixo consigam melhorar as condições de vida, trabalho e educação.
 
Caiu a ficha do povo de que o atual governo, após assediar o congresso nacional para derrubar Dilma e o PT, gastou também um caminhão de dinheiro para não ser investigado por corrupção.
 
Essa gente não se preocupa com o Brasil, mas sim com o seu bolso. Por isso, quanto mais batem no Lula, mais ele cresce nas pesquisas. E continuará crescendo. O povo é sábio.
 
‘Ferrugem’ Eronaldo José de Oliveira é secretário-geral do sindicato dos trabalhadores em transportes rodoviários de Santos e região
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por