Portos
26/02/2018 - 02h27

Mercado de Trabalho: Grupo vai se concentrar em porto para granéis em Santos



 
Apesar de ter saído da área de portos com a venda de sua fatia na Portonave (SC), a Triunfo Participações e Investimentos (TPI) voltará a investir nesse mercado. Vai retomar o projeto "Brites", um terminal multicargas de uso privado em Santos. Será o único novo negócio sobre o qual a TPI se debruçará neste ano. "É um projeto que olhamos com muito carinho", disse o presidente da TPI, Carlo Bottarelli.
 
A companhia tem um terreno de 2 milhões de metros quadrados em Santos, fora do porto público. Desses, 542 mil metros quadrados são utilizáveis, com cais para atracação de navios de aproximadamente 1.000 metros. Junto com outros ativos do grupo, o terreno de Santos era um dos possíveis ativos à venda. Mas a TPI desistiu de alienar o imóvel, que tem acesso ferroviário próximo.
 
A empresa pretende agora retomar o projeto para fazer um terminal destinado à movimentação de líquidos e grãos. A ideia é replicar o modelo da Portonave, porto para contêineres em Navegantes (SC) empreendido em parceria com a Terminal Investment Limited (TIL), braço de operação portuária ligado ao armador de contêineres MSC. Mas dessa vez, como as cargas serão granéis, a meta é buscar um grande dono de carga como parceiro.
 
Segundo Bottarelli, serão necessários 18 meses para atualizar o licenciamento, já que serão incluídas cargas líquidas no projeto, fazer o plano de negócios e o road show. As obras devem levar outros 24 meses.
 
A TPI comprou a área em 2008, inicialmente para fazer um terminal de contêineres. Mas barreiras regulatórias que existiam à época para terminais privados movimentarem cargas de terceiros dificultaram o desenvolvimento do projeto. A empresa então firmou uma parceria com a antiga América Latina Logística (ALL), atual Rumo, para que a área recebesse um terminal do sistema integrado mina-ferrovia-porto para movimentar granéis, por meio da Vetria Mineração. Mas a parceria foi desfeita em 2014 e a Vetria encerrada em novembro de 2017.


Valor Econômico
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por