Tecnologia
07/06/2018 - 03h33

Apple apresenta FaceTime de grupo e recurso contra vício em celular


Novidades fazem parte da atualização do sistema operacional da empresa
 
Na conferência anual de desenvolvedores da Apple (WWDC, na sigla em inglês), Tim Cook, diretor executivo da companhia, deu uma prévia da atualização do sistema operacional iOS que roda em iPhone, iPad, Mac e Apple Watch.
 
Se no iPhone X os animojis — emojis de animais que replicavam os movimentos do usuário captados pela câmera — eram a sensação, o iOS 12 traz os memojis: carinhas criadas à imagem e semelhança dos donos do telefone. É possível escolher a cor da pele, dos olhos, tipo de cabelo, optar por colocar sardas e outras características. E, assim como os animojis, os memojis se mexem.
 
No campo do controle parental, os pais terão mais poder e conseguirão dar aos filhos permissões por um tempo limitado. Também será possível programar um horário para desativar o dispositivo, impedindo, por exemplo, o uso da internet na hora de dormir.
 
Haverá, ainda, uma ferramenta de controle para os adultos também: quem achar que está passando tempo demais em um aplicativo coloca um limite diário de horas que pode gastar naquele app e é avisado alguns minutos antes do fim do prazo.
 
Já o aplicativo de conversa FaceTime permitirá chamadas de vídeo com até 32 pessoas.
 
DEFESA DA PRIVACIDADE
 
E a Apple informou que a Charter Spectrum vai oferecer a seus clientes, ainda este ano, a opção da APple TV como parte de sua assinatura de TV a cabo.
 
A Apple também fez o seu posicionamento mais duro até hoje sobre privacidade e a inclinação de empresas como o Facebook a rastrear usuários. O chefe de engenharia de software da fabricante do iPhone, Craig Federighi, disse que a empresa vai garantir que seja “dramaticamente mais difícil” para companhias de dados para rastrear usuários individuais.
 
A empresa irá, ainda, exibir alertas, para que os consumidores possam decidir, caso a caso, se querem permitir que corporações “inteligentes e implacáveis” os rastreiem.
 
— Acreditamos que seus dados privados devem continuar privados... porque pode haver muita informação sensível em seus dispositivos, e achamos que você deveria estar no controle de quem vê isso — afirmou Federighi na conferência anual da Apple.
 
 
Agências Internacionais
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por