Meio Ambiente
21/11/2018 - 04h47

Verão terá ações de limpeza e educação na praia


A Secretaria de Meio Ambiente (Semam) terá diversas ações de educação ambiental e de limpeza nas praias ao longo deste verão.
 
Parte delas têm início já no dia 2 de janeiro, com o lançamento do Verão no Clima, uma ação conjunta do Governo do Estado com as prefeituras do litoral paulista. As demais ações envolvem parcerias com universidades locais, associações e ONG’s. "O nosso objetivo é ter presença diária na praia", afirmou o secretário Marcos Libório.
 
MUTIRÃO
 
É o caso, por exemplo, do primeiro mutirão de limpeza de praia, que acontece no dia 16 de janeiro, sob coordenação do Instituto Marazul que, ao longo deste ano, fez mutirões todos os meses para o recolhimento e classificação do microlixo.
 
A partir de janeiro, além do recolhimento e classificação, os mutirões também identificarão os fabricantes dos resíduos, que receberão um relatório sobre a quantidade de lixo no ambiente praiano.
 
STAND UP
 
Já o Programa Surf Limpeza, em parceria com a Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais (Abrelpe) manterá um ponto de educação ambiental ao lado do canal 3, trocando resíduos coletados na praia por passeios de stand up.
 
Também com apoio da Abrelpe, além da International Solid Waste Association (ISWA) e da Agência Ambiental da Suécia (SEPA, na siga em inglês), está em andamento o programa de identificação das fontes de lançamento de resíduos no mar, que conta com o trabalho do Instituto Ecofaxina.
 
A parceria inclui ainda uma viagem de servidores públicos à Suécia, no final de novembro, com o objetivo de analisar alternativas europeias para o combate ao lixo marinho.
 
ESTAÇÃO
 
A equipe da Estação Ambiental, pelo segundo ano consecutivo, percorrerá a orla durante o verão conscientizando comerciantes, ambulantes, turistas e moradores para temas como a redução e o descarte correto de resíduos e uso consciente de recursos.
 
A equipe também distribuirá cartilha com serviços públicos e dicas sobre compostagem e aproveitamento integral dos alimentos, entre outros.
 
PARQUES
 
Paralelamente, as equipes de educação ambiental do Aquário e do Orquidário também estarão com suas ações voltadas para a conservação do ambiente marinho.
 
O Aquário, por exemplo, acaba de inaugurar um tanque para educação ambiental, em que alerta o público para a Pesca Fantasma, termo que designa os equipamentos perdidos ou abandonados nos oceanos como redes, linhas, anzóis e cabos, que funcionam como armadilhas, podendo machucar e até mesmo permanecer matando por anos.
 
Já no Orquidário, o destaque será a nova composteira de resíduos orgânicos, que faz parte do projeto Composta Santos. O objetivo é difundir o tema junto à sociedade, visando aumentar o reaproveitamento de resíduos orgânicos, reduzindo o envio desses restos ao aterro sanitário.
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por