Meio Ambiente
21/11/2018 - 05h05

Compensação ambiental garante mais de 700 árvores para a Cidade




Em breve, a Cidade ganhará mais área verde com o plantio de 790 mudas de árvores. As espécies nativas da região serão plantadas, preferencialmente, em bairros da Zona Noroeste. Esse plantio atende à compensação ambiental pela remoção de 79 árvores da Avenida Martins Fontes, sendo 76 palmeiras reais, uma palmeira jerivá (coqueiro) e duas leucenas. A remoção dessas árvores foi necessária em função das obras que estão sendo realizadas na entrada da Cidade para a melhoria no seu acesso e saída, além da implantação de redes de drenagem, que por si só já afetariam as palmeiras.
 
Para isso, a Prefeitura de Santos solicitou à Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) a retirada da vegetação. A agência estadual concedeu autorização com a condição da compensação obrigatória do plantio de 10 árvores para cada uma que fosse removida. O replantio das espécies retiradas não foi indicado pela Cetesb pela baixa taxa de sucesso de sobrevida e pela idade avançada e o risco na operação. As espécies removidas têm como destino final um aterro ambiental licenciado.
 
Paisagem Urbana – O projeto paisagístico da nova entrada da Cidade, na Avenida Martins Fontes, está em fase de estudos e prevê áreas verdes, garantindo qualidade ambiental a essa região. Espaços com árvores e canteiros com gramados e flores estão incorporados ao projeto, respeitando as intervenções viárias e de drenagem que ocorrerão na via.
 
Remoção – Os trabalhos para a retirada das árvores tiveram início na sexta-feira (16) e será finalizado em mais um dia, dependendo das condições climáticas. A remoção está