Economia
03/12/2018 - 03h50

Novo shopping mobiliza economia de Praia Grande


O shopping terá cerca de 140 mil metros² de área construída e ficará localizado na área entre as Avenidas Kennedy, Castelo Branco, 1º de Janeiro e Álvaro dos Santos.
 
Representantes da Prefeitura e do Grupo Mendes (administrador de shoppings centers) participaram nesta semana de audiência pública para discussão sobre a remodelação do sistema viário no Bairro Mirim visando a implantação de um shopping center feito pela iniciativa privada.
 
O shopping terá cerca de 140 mil metros² de área construída e ficará localizado na área entre as Avenidas Kennedy, Castelo Branco, 1º de Janeiro e Álvaro dos Santos. Estão previstas 332 lojas e 2 mil vagas de estacionamento. A expectativa é de que, quando em atividade, gere 7,5 mil empregos diretos e indiretos. 
 
A audiência representa o início do processo para a execução da obra. Segundo informou o arquiteto Roberto Savielo, representante do grupo Mendes, o novo shopping terá 2 subsolos, térreo, 1º e 2º pisos. “Para melhor entendimento do tamanho deste empreendimento vamos fazer uma comparação: a área bruta de locação (que não conta áreas dos corredores) do Shopping PraiaMar (Santos), é de cerca de 31 mil m², a do BrisaMar (São Vicente) 16 mil m². O de Praia Grande terá 47 mil m²”.
 
Para atender à demanda que a infraestrutura local precisará, a Prefeitura de Praia Grande está propondo algumas alterações no sistema viário. A proposta, aprovada pela empresa, prevê o alargamento das vias utilizando áreas do terreno do particular: a Av. Pres. Kennedy, trecho em frente do projeto, passaria a dispor de três faixas de rolamento (atualmente são duas) e a rotatória (em frente à Prefeitura) dará lugar à um equipamento de acesso nos mesmos moldes do existente no bairro Aviação; a Av. Pres. Castelo Branco ganhará uma rotatória e quatro faixas de rolamento (duas em cada direção), hoje são duas; a Av. Álvaro dos Santos será alargada, ganhando novas faixas de rolamento, canteiro central e novo paisagismo e a Rua 1º de Janeiro passaria a dispor de cinco faixas de rolamento (hoje são duas). Nesta última se localizaria o sistema de carga e descarga das lojas.
 
O projeto com as propostas de alterações viárias deverá ser enviado para a Câmara Municipal, para apreciação. Uma vez aprovado pelos vereadores, os empreendedores deverão promover as adequações nos projetos e, assim, apresentá-las para aprovação da Prefeitura, para que seja dado andamento aos procedimentos técnicos e administrativos. Não há previsão para início das obras.
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por