Meio Ambiente
06/12/2018 - 04h36

Minhocário do Jardim Botânico começa a produzir adubo


O Jardim Botânico Chico Mendes acaba de produzir as primeiras quantidades de adubo orgânico a partir do minhocário do Programa Composta Santos. Foram três quilos de composto e dez litros de chorume.
 
O chorume, que após a diluição em água renderá um total de 100 litros, pode ser usado como uma espécie de adubo líquido, para ser borrifado nas plantas. No Jardim Botânico, ele será utilizado com os alunos dos cursos de jardinagem e horta ecológica.
 
Já os três primeiros quilos de adubo orgânico serão aplicados nas plantas do parque. “Em breve, vamos distribuir saquinhos com amostras do composto ao público, como uma forma de ampliar o conhecimento sobre o que é a compostagem e seus benefícios”, explicou o biólogo do parque, André Olmos.
 
O Composta Santos, sob responsabilidade da Secretaria de Meio Ambiente (Semam), tem como objetivo a construção de uma área para a compostagem diária de 10 toneladas de resíduos oriundos das feiras livres e poda.
 
EDUCAÇÃO AMBIENTAL
 
Para difundir o tema junto à sociedade, o programa também inclui ações de educação ambiental como a distribuição de 54 composteiras para os parques públicos (Aquário, Orquidário e Jardim Botânico), escolas, clubes, condomínios e associações. Compostagem é um processo que transforma resíduos orgânicos em adubo. Minhocário é um sistema que utiliza minhocas para transformar resíduos orgânicos (cascas de frutas, restos de legumes, borra de café, resíduos de poda etc.) em adubo.
 
O programa, que inclui as secretarias de Serviços Públicos (Seserp), de Governo (Segov), Educação (Seduc) e a Secretaria de Infraestrutura de Edificações (Siedi), foi contemplado com R$ 1 milhão por meio de edital do Fundo Nacional de Meio Ambiente, do Governo Federal, com recursos do Fundo Socioambiental da Caixa Econômica Federal.
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por