Esportes
11/02/2019 - 03h58

Pela Série A-2 do Paulista, Portuguesa Santista perde em casa para o Água Santa


A Portuguesa Santista sofreu a segunda derrota na Série A-2 do Campeonato Paulista. A Briosa perdeu por 2 a 1, de virada, para o Água Santa, nesta manhã de domingo (10), no Estádio Ulrico Mursa, pela sexta rodada da competição. Com o resultado, a Briosa manteve os 10 ponitos, mas caiu do 5º para o 6º lugar na classificação.
 
O próximo desafio da Portuguesa Santista na Série A-2 será diante do XV de Piracicaba, quarta-feira (13), às 20 horas, no Estádio Ulrico Mursa. A Santa Cecília TV irá transmitir ao vivo e com exclusividade. No mesmo dia e mais cedo, às 16 horas, o Água Santa recebe o Santo André no Estádio Municipal José Batista Pereira Fernandes, em Diadema.
 
Nem parecia que o Água Santa era o líder da competição, tamanho o domínio da Portuguesa Santista no primeiro tempo. Mesmo experiente, a equipe de Diadema se intimidou de tal forma a ponto de qualquer conclusão sair errada. O jeito foi recorrer à catimba em muitos momentos para, também, dar uma segurada no jogo em função do sol forte.
 
Antes de abrir o placar, a Briosa teve duas grandes oportunidades, depois de cobranças de falta. Na primeira, aos 16 minutos, Acleisson chutou forte da intermediária, tentando o lado direito, e o goleiro Paes voou para espalmar. Aos 34, Carlos Alberto ergueu da direita para a área e Rodriguinho chegou para completar, quase sobre a linha, mas o camisa 1 do Água Santa evitou.
 
A bola na rede, porém, estava destinada a Rodriguinho. E veio após um lance de vontade de Wesley pela direita. Ele escapou do pênalti que seria cometido por Luizão e cruzou praticamente da linha de fundo para a chegada do camisa 9, que tocou cruzado, com oportunismo e tranquilidade, mesmo marcado: 1 a 0.
 
Curiosamente, pouco antes do gol, Rodriguinho havia sentido a coxa, após lance com o goleiro Paes, e chegou a pedir para sair. “Tá dolorido, mas vamos embora”, disse o jogador à Santa Cecília TV, na saída para o intervalo. Ele aguentou até os 9 minutos do segundo tempo, quando o técnico Sérgio Guedes promoveu a estreia de Daniel Bueno.
 
Virada 
 
Mal começou a etapa final e o Água Santa voltou a mostrar porque é o líder invicto da Série A-2. No primeiro minuto, veio o empate, com Alvinho. O centroavante recebeu na grande área e, cara a cara com John, tocou com frieza, no canto esquerdo. Justamente pela direita da defesa, que havia sido alterado no intervalo: o lateral Rafael Ferro saiu, dando lugar ao zagueiro Dema e deslocando Balardin para o setor.
 
A virada aconteceu aos 8. Dema se atrapalhou, Dadá aproveitou e tirou John, que tentou fechar e não conseguiu. O atacante só teve o trabalho de empurrar para a rede. No lance anterior, Wesley tinha feito boa jogada individual, driblando já na grande área, mas o arremate saiu muito alto, sem perigo para o goleiro Paes.
 
A Portuguesa Santista sentiu a desvantagem, mas essa condição durou efetivamente alguns poucos minutos. O time continuou tentando em chutes de longa distância e centros para a área, dando trabalho a Paes, enquanto o Água Santa tinha mais calma e dedicava-se apenas aos contra-ataques. Mas o placar já estava definido.
 
“Não tem como falar que foi injusto. Eles aproveitaram as chances em dois vacilos nossos e venceram. Não teve interferência de nada”, afirma o meio-campista Tufa à Santa Cecília TV. “Justo não foi, mas temos que respeitar porque é uma equipe qualificada. Fizemos um belo primeiro tempo e bobeamos no segundo”, comenta Diego Palhinha, também à emissora.
 
O público foi de 2380 pessoas, com renda de R$ 36.595,00.
 
 
Ted Sartori / Santaportal
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por