Sindical
20/02/2019 - 04h12

Estivadores preparam greve para o dia 1º de março em Santos


O anúncio foi feito pelo presidente da entidade laboral, Rodnei Oliveira da Silva, durante reunião realizada na manhã desta terça-feira (19)
 
Contrários à vinculação total nos terminais especializados em contêiner que operam no Porto de Santos (Brasil Terminal Portuário (BTP), Santos Brasil e Libra Terminais)-, trabalhadores ligados ao Sindicato dos Estivadores poderão deflagrar uma greve  por tempo indeterminado, a partir das 7h do dia 1º de março.
 
O anúncio foi feito pelo presidente da entidade laboral, Rodnei Oliveira da Silva, durante reunião conjunta realizada na manhã desta terça-feira na sede do Sindicato dos Empregados na Administração Portuária (Sindaport), que contou com a participação de diversos representantes sindicais portuários das várias categorias que atuam no complexo santista.
 
"Vamos levar a proposta de greve para a assembleia que faremos na próxima terça-feira (26) considerando que não nos resta alternativa, sobretudo diante de uma cada vez mais flagrante intransigência dos empresários, que abruptamente interromperam o processo negocial e continuam se negando ao diálogo com a classe trabalhadora", disse o líder da categoria.
 
Prevista para ocorrer apenas nos três terminais, a greve terá o apoio dos demais sindicatos, que não participarão do movimento. "Somos totalmente solidários aos companheiros da estiva e deixaremos isso consignado em uma nota pública que publicaremos na imprensa local nos próximos dias", explicou o presidente do Sindaport, Everandy Cirino dos Santos.
 
Segundo ele, os diversos acordos coletivos de trabalho mantidos com operadores e terminais portuários normatizando as atividades dos trabalhadores, avulsos e vinculados, ligados ao Órgão Gestor de Mão de Obra de Santos (Ogmo-Santos), impede a participação das outras categorias na greve anunciada. "São instrumentos em plena vigência celebrados pelas outras entidades representativas coirmãs com o segmento patronal que devem ser respeitados, o que naturalmente inviabiliza a adesão de todos."
 
No encontro desta terça-feira também foi discutida a pauta de reivindicações dos trabalhadores do Porto de Santos que será encaminhada à Frente Parlamentar Mista, criada no âmbito da Câmara Federal, em Brasília. para tratar do futuro do Porto de Santos. Registrada pela deputada federal Rosana Valle (PSB/SP) a comissão foi oficializada, na última quarta-feira (14), pelo presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ).
 
A pauta reivindicatória conjunta será previamente elaborada pelos presidentes do Sindicato dos Conferentes de Carga, Descarga e Capatazia do Porto de Santos, Wilk Aparecido de Santa Cruz; Sindicato dos Operários Portuários (Sintraport), Claudiomiro Machado; e pelo diretor do Sindicato dos Estivadores, Sandro Olímpio da Silva. O documento será apreciado em nova reunião das entidades a ser realizada nos próximos dias.


AssCom Sindestiva / Sindaport - NDG
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por