Economia
03/04/2019 - 03h28

Padarias de SP dizem que margem de ganho é baixa e param de vender cigarros


Ao menos 500 padarias de São Paulo anunciaram que não vão mais vender cigarros a partir desta semana devido à estreita margem de ganho com a comercialização do produto.
 
De acordo com o Sampapão, sindicato que representa o setor no estado, "grande parte das padarias paga para vender cigarros".
 
"Todos manifestaram seu total descontentamento com a margem de venda de cigarros", disse o presidente da entidade, Antero José Pereira. "É necessário que eles [fabricantes de cigarros] aumentem a margem de comercialização."
 
De acordo com o Sampapão, a margem bruta na venda dos cigarros pelas padarias é de 6,9% do preço. Essa margem sofreria, ainda, desconto de impostos e eventuais taxas de cartão de débito e crédito.
 
Pelo Simples Nacional, modelo de tributação em que estão 95% das padarias, os estabelecimentos pagam impostos de 4,5% a 7,8% do faturamento, disse o sindicato.
 
Nas compras feitas com cartão de débito incide um desconto de 1,5% e, nas com cartão de crédito, de 3%.
 
De acordo com a entidade, comerciantes e fabricantes de cigarros tiveram reuniões nos últimos dias, mas não houve acordo.
 
 
UOL
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por