Meio Ambiente
10/06/2019 - 07h02

Santistas se tornam cuidadores de árvores


Santos conta agora com munícipes que terão a atribuição de zelar pelas árvores. Para isso, nesta semana, entre os dias 4 e 7, eles receberam informações teóricas (legislação, fiscalização e botânica) e práticas durante capacitação realizada pela Secretaria de Meio Ambiente (Semam), no Orquidário (José Menino).
 
Até agora são, ao todo, 90 voluntários que participaram do treinamento no parque, integrando a Semana de Meio Ambiente. A importância das árvores em uma cidade, os benefícios que elas rendem ao ser humano e o quanto a qualidade de vida de um lugar é afetada positivamente com a arborização foram os assuntos abordados pelo chefe do Departamento de Políticas e Controle Ambiental da Prefeitura, o engenheiro agrônomo João Cirilo. O curso é uma forma de incentivar a participação popular, tanto no plantio como na manutenção das árvores dos espaços públicos, e também fazer dos cuidadores auxiliares na fiscalização arbórea, como prevê a lei (3.530/2019), que instituiu a figura do ‘cuidador’.
 
“O intuito é que esses munícipes sejam multiplicadores no cuidado com as árvores, auxiliando a política pública, seja levantando locais que precisam de mais arborização, seja em denúncias, por exemplo, de cortes ilegais do vegetal”, afirmou Cirilo.
 
Entre os voluntários, o portuário Renato Lemos Miranda, 37 anos, morador da Aparecida. “Essa iniciativa é ótima e ajudará as pessoas a terem uma nova visão e consciência. Tenho a sensação de ser agora um protetor”.
 
Os cuidadores voluntários recebem cerificado digital após a capacitação e também uma credencial válida por dois anos, renovável por mais dois.
 
Mais voluntários e censo arbóreo
 
Em breve será aberto cadastro para novos voluntários, que também passarão por treinamento. O link para cadastramento será divulgado no portal da Prefeitura.
 
Para atuar como cuidador, o voluntário deve ter mais de 18 anos e comprovar residência na Cidade. Atualmente, apenas o poder público pode fazer plantios e podas em áreas públicas. Infratores estão sujeitos a multas. Estima-se que a Cidade possua cerca de 35 mil árvores nos espaços públicos.
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por