Saúde
13/08/2019 - 04h37

Família arrecada 1 milhão de tampinhas para conseguir cadeira de rodas: 'Muito amor'


Campanha teve início nas redes sociais e conta com postos de arrecadação em toda a região da Baixada Santista


 
Coloridas e de tamanhos variados, tampinhas plásticas vão transformar um sonho em realidade em Santos. Uma campanha nas redes sociais mobiliza moradores da região para arrecadar 1 milhão de unidades em prol do menino Miguel Romay Canoilas, de 6 anos - diagnosticado com uma má formação genética -, para que consiga uma nova cadeira de rodas. “Estamos recebendo muito amor e solidariedade”, diz a mãe Daniela Romay.
 
De acordo com Daniela, a campanha foi criada com o objetivo de conseguir um novo equipamento para o filho, que está usando a mesma cadeira desde quando tinha 2 anos. “Uma prima minha teve a ideia e antes mesmo de me avisar a campanha já estava lançada nas redes sociais”, relembra.
 
Os resultados começaram a aparecer antes mesmo da publicação completar uma semana. Pessoas, entidades e demais projetos entraram em contato com a família para enviar as arrecadações. Segundo a mãe, uma moradora de São Paulo será a responsável por doar 1 tonelada de tampinhas. "Ficamos surpresos demais e até a prima ficou em choque com a repercussão. Tá difícil ter noção (da quantidade de tampinhas)", comenta.
 
As caixas e sacolas já estão se acumulando na casa da família e, com isso, a expectativa de Miguel cresce ainda mais. "Ele está maravilhado. Disse que logo terá a cadeira e até já escolheu a cor. Quer uma laranja", conta Daniela.
 
Diagnóstico
 
Miguel nasceu com uma má formação genética chamada de hidrocefalia e mielomeningocele, também conhecida como espinha bífida aberta. A doença consiste em uma má formação congênita na coluna vertebral, quando as meninges, medula e raízes nervosas nascem expostas. A descoberta da doença aconteceu somente na 30ª semana de gestação, durante um ultrassom em 4D.
 
"Quando soubemos, entramos em luto, pois toda família quando está à espera de uma criança, idealiza muito. Procuramos vários médicos, que nos davam as piores notícias. Diziam que se ‘caso ele sobrevivesse’ seria cego, surdo e se alimentaria por sonda", explica a mãe.
 
Com apenas duas horas de vida, Miguel foi submetido a uma cirurgia para corrigir a má formação espinhal. Após completar uma semana, passou por cirurgia para colocação de uma válvula de derivação para regulação do líquido.
 
Com o auxílio da fisioterapia e terapia ocupacional Miguel teve evoluções. Aos dois anos de idade ganhou a primeira cadeira, consistida em um banquinho adaptado, doado por uma menina de Santa Catarina.
 
"Aos 2 anos e 8 meses ele ganhou a cadeira que usa até hoje. Quando ele se sentou pela primeira vez simplesmente 'saiu andando'. Como se estivesse recebendo a parte que lhe faltava", recorda. Há três anos Miguel corre pela equipe da Fast Wheels Kids.

 
Doações
 
Qualquer tipo de tampinha pode ser doada, contanto que seja feita de plástico rígido. As doações podem ser feitas nos pontos de arrecadações ou a entrega pode ser combinada com a família de Miguel através do telefone (13) 98115-2844. Mais informações pela página no Facebook.
 
 
A Tribuna On-line
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por