Portos
02/01/2020 - 08h11

Recorde e crescimento


Um mês antes de fechar o ano, movimentação de cargas no Porto de Santos mantém recorde e cresce 1,2%

Somente em novembro, movimentação de contêineres subiu 7,1%, para 3,8 milhões de TEU, melhor marca para o período


 
O Porto de Santos registrou, de janeiro a novembro de 2019, um novo recorde na movimentação de cargas, chegando a 123,8 milhões de toneladas. O resultado supera em 1,2% o número estabelecido no mesmo período do ano passado, quando foi marcado o recorde anterior, de 119,95 milhões. Os números de novembro mantêm recorde para o ano, já estabelecido em outubro, revertendo queda verificada nos meses anteriores, e aponta resultado final para 2019 em linha com o recorde registrado em 2018 (133,1 milhões). Os embarques tiveram aumento de 0,6% e os desembarques, de 2,7%. O levantamento foi feito pela gerência de estatísticas da Santos Port Authority (SPA).
 
A movimentação de contêineres teve o melhor resultado histórico no acumulado do ano, com 3.800.858 TEU (medida equivalente a um contêiner de 20 pés) movimentados no período, alta de 0,3% na base anual.
 
Contribuíram para tanto os embarques em contêineres de açúcar (103,8%), de farelo de soja (57,6%), de sucos cítricos (53,2%), de café (103,8%) e de carnes (127,8%).
 
Embora com queda de 7,1% em relação a 2018, o complexo soja (grãos e farelo) liderou a movimentação, com total de 24,09 milhões de toneladas. O milho ficou em segundo, com 15,37 milhões de toneladas (crescimento de 45,2%). O açúcar, em terceiro, com 13,00 milhões de toneladas (-7,9%).
 
Levando em conta apenas o mês de novembro, houve queda de 5,5 % em relação ao mesmo intervalo de 2018, com retração de 3,4% dos embarques (7,66 milhões de toneladas), puxada pelo recuo do açúcar e milho a granel; e de 9,9% dos desembarques (3,6 milhões de toneladas), devido à queda do enxofre. O desempenho ficou em linha com o projetado pela SPA.
 
Por outro lado, a movimentação de contêineres marcou novo recorde para o mês, com alta de 7,1% em relação a igual período de 2018, totalizando 357.550 TEU. É o terceiro mês consecutivo que a marca histórica é batida dentro do mês.
 
O fluxo de navios teve queda em novembro na comparação anual (396 contra 409), mas se manteve estável no acumulado do ano, com registro de 4.438 atracações (três a mais que de janeiro a novembro de 2018).




AssCom Codesp
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por