Educação
21/01/2020 - 09h19

Guarujá vai formar mais de 1.600 professores da rede municipal


Convênio entre a prefeitura e a USP foi estabelecido no último dia 16, cerimônia foi realizada no gabinete do prefeito de Guarujá, Válter Suman
 
A lousa tradicional e o giz vão ficar cada vez mais raros em sala de aula, a partir do uso de novas tecnologias, que se tornará mais presente na Rede Municipal de Ensino de Guarujá. Prova disso é que a prefeitura oportunizará a formação continuada a mais de 1.600 professores, como etapa inicial do Projeto “Ecossistema de Inovação na Educação Básica”, uma realização da Universidade de São Paulo (USP), em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, Esporte e Lazer (Sedel). O convênio entre a prefeitura e a USP foi estabelecido no último dia 16, e integrou parte da programação de atividades em alusão ao Dia de Santo Amaro, Padroeiro de Guarujá, cuja data foi celebrada na última quarta-feira, 15.
 
O ‘Ecossistema de Inovação na Educação Básica’ trata do uso da internet e das mais diversas tecnologias de informação e comunicação, em sala de aula. A primeira etapa consistirá na formação continuada aos educadores da rede básica municipal. O objetivo é prepará-los na construção de projetos educativos que desenvolvam a autonomia dos alunos, enquanto sujeitos de sua aprendizagem, promovendo uma aula mais dinâmica.
 
Durante cerimônia no Paço Moacir dos Santos Filho, a vice-diretora da Escola de Comunicação e Artes da USP, professora doutora Brasilina Passarelli, fez uma explanação sobre o funcionamento da Escola do Futuro, dos projetos, plataformas, prêmios e demais ações. “A tecnologia digital é sem dúvida uma forma de linguagem e nesta formação, os professores são os atores que vão produzir conhecimento. Em 1989, já prevíamos esse hibridismo”, comentou ela, que também é vice-presidente da Agência USP de Informação e Coordenadora Cientifica do Núcleo de Apoio às Atividades de Cultura e Extensão Universitária NACE – Escola do Futuro/USP.
 
Segundo o secretário adjunto de Educação, João Pecchiore, “este é um momento de alegria, pois em 2017 eu falava em metodologias ativas e ensino híbrido que gostaria de implantar na rede municipal”. Em 2017 e 2018, a prefeitura iniciou as primeiras formações sobre o tema. “As crianças não suportam mais lousa e giz, e hoje estamos começando uma nova etapa na Rede Municipal de Ensino”.
 
“Precisamos inovar com a tecnologia dentro da escola e nada como a USP, através da Escola do Futuro, que conta com uma estrutura excelente. Com esse convênio, Guarujá caminha para uma nova educação”. A declaração é do vice-prefeito e secretário de Educação, Esporte e Lazer, Renato Pietropaolo.
 
Para o prefeito de Guarujá, Válter Suman, as palavras de ordem para formar futuros cidadãos são a ciência, a tecnologia e a informação. “Tenho certeza de que essa parceria com a USP trará muitos ganhos à nossa rede municipal, pois nos permitirá melhores condições de fazer melhor ainda pela Educação”.
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por