Cidades
09/03/2020 - 09h03

Santos decreta luto oficial pelas oito mortes por decorrência das chuvas




O prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, decretou luto oficial no Município, de três dias, pelas mortes de oito moradores vítimas de deslizamentos de terra causados pela forte chuva, no início da semana passada. No sábado (7), o Corpo de Bombeiros localizou os corpos de quatro pessoas no Morro São Bento. Elas eram as últimas vítimas consideradas desaparecidas nos desmoronamentos causados pela chuva que atingiu a região. Os corpos foram retirados da área soterrada no final da manhã.
 
Os sepultamentos foram realizados no início da noite de sábado, entre 18h e 18h30. Não houve velório, por conta do estado avançado de decomposição dos corpos. Steve de Araújo Silva, 37 anos, foi sepultado no Cemitério da Areia Branca. Já Iracema Silva de Sá, 32 anos, Diego Stanley Silva Abrão, 8 anos, e Luiz Henrique Silva Abrão, 14 anos, (mãe e dois filhos) foram sepultados no Cemitério do Saboó; e a Lara Silva Valente Coelho, 4 anos, no Paquetá.
 
Desde terça (3), os bombeiros procuravam cinco pessoas no Morro São Bento. A primeira foi localizada no final da noite de quinta-feira (5). Entre terça (3) e quarta (4), os soldados localizaram duas pessoas no Morro do Tetéu, e uma pessoa no Morro do Pacheco.
 
Desde quarta-feira (4), uma equipe com quatro a oito profissionais de saúde atua no apoio psicossocial das pessoas atingidas pelas chuvas na região dos morros. O grupo é formado por servidores da rede municipal de Saúde Mental (psicólogos, terapeutas ocupacionais, acompanhantes terapêuticos, assistentes sociais, enfermeiros e técnicos de enfermagem) e voluntários do CVV (Centro de Valorização da Vida). O trabalho é realizado dentro da escola Terezinha Calçada Bastos, no Morro São Bento, e continuou no final de semana. Somente na manhã da última sexta (6), foram atendidas três crianças e dois adolescentes com episódios relacionados a deslizamentos e desabrigamento.
 
FERIDOS
 
Segundo a Santa Casa de Santos, por meio de sua assessoria de comunicação, a criança de 7 anos, vítima das chuvas, que estava na UTI pediátrica apresentou melhora do quadro clínico e foi transferida para a enfermaria, mas ainda sem previsão de alta. Já tiveram alta médica todos os outros feridos por deslizamentos de terra.
 
Abrigados
 
Até o momento, há 804 pessoas (274 famílias) desalojadas pelas chuvas em Santos, sendo que 185 aceitaram acolhimento nos abrigos municipais.
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por