Saúde
29/07/2020 - 08h35

Documentário mostra enfrentamento ao novo coronavírus em Santos


A rede de saúde de Santos será destaque no documentário “Linha de Frente Brasil”, cujo objetivo é dar voz aos profissionais de saúde que atuam no enfrentamento à pandemia da covid-19, tendo, como pano de fundo, todas as implicações trazidas pela doença, principalmente o estresse pelo risco de contaminação e o distanciamento social. 
 
Cerca de 70% das cenas do filme foram gravadas na Cidade, seguindo todos os protocolos de segurança, com registros nas unidades de terapia intensiva do Hospital dos Estivadores, Hospital Vitória e Santa Casa, além do atendimento de ocorrências por parte do Samu. O secretário de Saúde, Fábio Ferraz, também concedeu entrevista. A identidade dos pacientes será preservada.
 
O lançamento nos cinemas está previsto para 2021, com exibição também no Santos Film Fest – Festival Internacional do Cinema de Santos. A ideia do documentário partiu do cineasta Elder Fraga, que assina a direção e o roteiro, e ele, juntamente com Tomires Ribeiro, diretor de fotografia do longa,  procurou o médico José Neder Netto para auxiliá-lo com relação às locações. Formado em Santos, local onde também fez residência em cirurgia plástica, o médico (e, no caso do filme, produtor) encontrou apoio nas instituições da cidade. O documentário também têm cenas rodadas no Amazonas.
 
Formado em Santos, local onde também fez residência em cirurgia plástica, o médico (e, no caso do filme, produtor) encontrou apoio nas instituições da Cidade. O documentário também tem cenas rodadas no Amazonas.
 
“Tivemos uma boa receptividade em Santos e só temos a agradecer. Dessa forma, acabamos rodando grande parte do filme na Cidade”, lembra José Neder.
 
SAMU
 
Na última semana, a equipe do documentário fez filmagens com a equipe do Samu de Santos, tanto em ambientes internos como a sala de reuniões da base Encruzilhada, como externos, com  instalação de câmera dentro da cabine do condutor da ambulância e em ruas. 
 
Durante um dia inteiro, acompanharam do recebimento do chamado até a chegada da equipe ao local da ocorrência. Enfermeiros da intervenção, que atuam diretamente na assistência aos pacientes com covid-19, deram depoimento sobre o trabalho que realizam. 
 
"Participar do documentário fez a equipe se sentir valorizada, reconhecida. É uma forma de eternizar nossos esforços para não nos esquecermos alguns dos momentos que foram de muito sofrimento na vida das pessoas, incluindo as que foram enviadas para a linha de frente no combate ao novo coronavírus", destaca Washington Miranda, chefe de seção do Samu.
 
NOVOS PROTOCOLOS
 
Para lidar com todas as incertezas trazidas por uma doença nova, com alta capacidade de transmissão, o Samu de Santos desenvolveu novos protocolos e treinamentos-relâmpago (sem aviso prévio) para melhor capacitar a equipe, reduzindo o temor dos profissionais em relação à doença e melhorando a autoconfiança durante os atendimentos.
 
Todos ainda receberam reforços quanto aos equipamentos de proteção individual, incluindo aventais, face shield, óculos de proteção, luvas e máscara N-95.
 
"Agora, já estamos adaptados e até mais corajosos", ressalta Washington.
 
 
Da Redação
 

Comentários (0)


Fala Santos
E-mail: contato@falasantos.com.br
© 2010 Fala Santos. Todos os direitos reservados. site criado por