Cidades
10/07/2018 - 04h48

Bertioga inicia projeto para tratamento de resíduos sólidos em parceria com o IPT


Objetivo é solucionar o problema do lixo urbano na cidade e no estado.
 
A Prefeitura de Bertioga, no litoral de São Paulo, deu início à implantação do projeto ‘Reciclos’ na cidade, que visa o tratamento de resíduos sólidos e a solução do problema do lixo urbano no estado. Uma visita técnica às instalações da planta-piloto foi realizada na sexta-feira (6).
 
Segundo a administração municipal, por meio de parceria com o Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (IPT), o Centro de Gerenciamento e Beneficiamento de Resíduos da cidade recebeu três equipamentos, sendo uma máquina para semimecanização do sistema de triagem dos recicláveis, um biodigestor e um incinerador.
 
O projeto engloba toda a cadeia do resíduo sólido domiciliar, desde a mudança na forma de segregação na origem. Os resíduos envolvidos no projeto estão sendo coletados em uma área amostral da cidade.
 
Cerca de 500 residências no trecho entre as ruas Ayrton Senna, Estevão da Costa e John Wolthers e a Avenida Anchieta não recebem mais a visita do caminhão de lixo na modalidade porta a porta para a coleta do descarte.
 
No local, a coleta dos resíduos é realizada em três frações: orgânico, rejeito e reciclável. Foram instaladas 14 duplas de contêineres, com capacidade de mil litros cada, para coleta de resíduos, sendo os de sinalização verde para os orgânicos e os recipientes cinza para rejeitos não aproveitáveis. Para os recicláveis, há quatro pontos de descarte, com capacidade para 2.500 litros e sinalização na cor azul.
 
Desde o início de junho, moradores e comerciantes devem despejar de forma correta os materiais descartados diretamente nos contêineres.
 
Os novos equipamentos aumentarão a capacidade de reciclagem de resíduos sólidos na cidade. A intenção do projeto é aprofundar estudos para que esse sistema de coleta seja expandido para todo o município.
 
Na primeira semana de julho, a prefeitura e o IPT realizaram um estudo de ‘gravimetria’, que analisa como a separação está sendo feita na área amostral. Em agosto, a administração e o instituto promoverão o 1º Fórum de Resíduos Sólidos de Bertioga, quando serão apresentados os primeiros resultados do projeto.
 
 
Da Redação