Culinária e Gastronomia
09/10/2018 - 09h45

Garrafa de uísque é vendida por R$ 4,29 milhões em leilão na Escócia


Identidade do comprador asiático não foi revelada; preço do 'Santo Graal' da bebida daria para comprar quatro castelos


 
Na Escócia , você pode comprar um castelo do século XVI por pouco mais de US$ 1 milhão, ou R$ 3,9 milhões. Na quarta-feira, alguém pagou uma quantia similar por uma garrafa de uísque de malte de 750 mililitros, descrita como "o Santo Graal" da bebida alcoólica: pouco mais de US$ 1,1 milhão , ou R$ 4,29 milhões, um recorde.
 
A Macallan Valerio Adami 1926 é "uma das garrafas mais raras e desejáveis já produzidas", segundo um especialista da Bonhams, a casa de leilões da Escócia que fez a venda. O preço incluiu um lance inicial equivalente a R$ 3,5 milhões. A identidade do comprador privado não foi revelada, mas um porta-voz da Bonhams disse na quarta-feira que a pessoa era da Ásia e fez o lance pelo telefone.
 
A garrafa foi posta à venda em Edimburgo. Seu valor emana em parte da ligação com um italiano. A Macallan, uma destilaria escocesa, contratou o artista pop Valerio Adami para projetar um rótulo para o uísque, que foi engarrafado em 1986 após o envelhecimento por 60 anos.
 
Outro fator no valor do malte é sua raridade. Apenas 24 garrafas do scotch foram produzidas — 12 com rótulos de Adami e 12 com rótulos de outro artista pop, o inglês Peter Blake —, e ninguém sabe exatamente quantas ainda existem.
 
Acredita-se que uma das garrafas com o desenho em preto e branco de Adami tenha sido destruída em um terremoto no Japão em 2011. Pelo menos uma outra teria sido aberta e consumida. Isso levanta a questão: como é um uísque de US$ 1 milhão? Para um especialista, o sabor do Macallan Valerio Adami 1926 pode não valer o seu preço.
 
"Quando eu provei, o uísque era bastante intenso, seco, e tinha gosto de frutas secas", disse David Robertson, que trabalhou como destilador mestre na Macallan. "Mas eu tive que experimentar muitos uísques ao longo dos anos e, na minha humilde opinião, havia vários melhores do que esse."
 
É a segunda vez neste ano que uma garrafa de uísque consegue um valor recorde. Em maio, outra garrafa da Macallan Valerio Adami de 1926 também arrecadou o equivalente a R$ 4,29 milhões em Hong Kong.
 
Se o novo comprador optar por preservar a garrafa intocada, o destino do frasco de vodca mais caro do mundo pode servir-lhe de alerta. A garrafa de ouro e prata, com uma tampa incrustada de diamantes, avaliada em US$ 1,3 milhão, ou R$ 5,7 milhões, foi roubada de um bar em Copenhague em janeiro. Após dias de busca, a polícia encontrou a garrafa amassada — e vazia.
 
 
The New York Times