Sindical
13/03/2019 - 08h31

Prefeito de Santos propõe intermediação de negociação entre estivadores e terminais



 
Uma intermediação das negociações entre estivadores e terminais portuários foi proposta pelo prefeito Paulo Alexandre Barbosa, que recebeu nesta terça-feira (12) representantes do sindicato dos estivadores de Santos (Sindestiva), no Paço Municipal. A categoria está em campanha pela manutenção da contratação de 50% de mão de obra avulsa desde que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) publicou decisão permitindo que 100% dos trabalhadores sejam vinculados à CLT.
 
Durante o encontro, o presidente do Sindestiva, Rodnei da Silva, expôs detalhes das tratativas em andamento e possíveis impactos de eventual restrição da oferta de trabalho para estivadores, com consequente aumento na demanda de serviços públicos prestados pelo Município.
 
“A categoria se reuniu em assembleia. Aprovamos mais uma proposta, que está sendo encaminhada aos terminais e a trouxemos para conhecimento do prefeito”, disse o sindicalista.
 
O chefe do Executivo abordou eventuais impactos social e econômico para o Município, pregando a busca por um acordo. “Entendemos a importância do processo de modernização do porto, mas é preciso conciliar isso com a preservação do sustento dessas famílias. É fundamental que essa riqueza gerada fique na Cidade, com os trabalhadores portuários”, salientou, mencionando uma colaboração da Prefeitura para o entendimento entre as partes. “Vamos intermediar esse diálogo para que possamos encontrar uma solução”.


FalaSantos