Sindical
09/05/2019 - 04h01

Nota das centrais sindicais contra os cortes nas verbas da Educação


Reunidas no dia 6 de maio de 2019, as Centrais Sindicais – CUT, Força Sindical, CTB, UGT, CSB, CSP-Conlutas, CGTB, NCST, Intersindical Instrumento de Luta e Intersindical Central, declaramse absolutamente contrárias aos cortes de mais de 30% de verbas na educação superior, ensino técnico e ensino básico, anunciados pelo MEC.
 
Frente às medidas de cortes contra a educação, os estudantes, docentes, professoras e professores do ensino básico, técnico e universitário, juntamente com servidores e técnicos administrativos iniciaram inúmeras mobilizações pelo país como, por exemplo, no Colégio Pedro II –RJ, na UFPR (Universidade Federal do Paraná), UFBA (Universidade Federal da Bahia), entre outras instituições de ensino. As Centrais Sindicais declaram total apoio a essas manifestações.
 
As Centrais Sindicais aproveitam o ensejo para reafirmar seu compromisso e apoio ativo à Greve Nacional da Educação, convocada para o próximo dia 15 de maio.
 
Vamos juntos à Greve Geral dia 14 de junho de 2019.
 
Em defesa de nossa aposentadoria. Basta de desemprego!
 
Vagner Freitas - Presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT)
 
Miguel Torres - Presidente da Força Sindical (FS)
 
Adilson Araújo - Presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB)
 
Antônio Neto - Presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB)
 
José Calixto Ramos - Presidente da Nova Central Sindical dos Trabalhadores (NCST)
 
Atnágoras Lopes - Secretaria Executiva Nacional da CSP-CONLUTAS
 
Ubiraci Dantas - Presidente da CGTB
 
Ricardo Patah - Presidente da UGT
 
Mané Melato - Intersindical instrumento de Luta
 
Edson Carneiro - Intersindical Central
 
 
Centrais Sindicais